Vanguardas Europeias – O que são? Tipos e Como influenciaram no Brasil

As vanguardas europeias marcaram o rumo das artes em todo mundo. Elas iam de encontro com tudo que se pensava em torno do que era arte, sendo decisivas para o nascimento do Modernismo no Brasil.

Vanguarda surgiu do termo avant-garde (“o que macha na frente”, em francês), que remente ao pioneirismo, estar sempre a frente. E é esse papel que os movimentos artísticos europeus assumiram no início do século XX.

As vanguardas europeias derrubaram os paradigmas criados por outras tendências artísticas apresentadas anos antes. O olhar dos artistas desse período era o futuro, sendo que esses capricharam em suas produções.

vanguardas europeias

O que são e quais são as vanguardas europeias?

São consideradas vanguardas europeias diferentes movimentos artísticos que tiveram nas artes plásticas, na pintura, na escultura e na literatura seus maiores expoentes. Confira, abaixo, cada uma delas, suas características e seus principais destaques.

Cubismo

O cubismo confrontou a lógica e a perfeição do Realismo e do Renascimento. Nas artes plásticas, foram criadas obras que estimulavam nos expectadores a ideia de entender o todo. A partir de planos geométrico e ângulos, o apreciador podia dar “uma volta em torno” do quadro, por exemplo, para absorver a visão do artista.

A data de estreia do cubismo é 1907, com uma tela de Pablo Picasso, Les demoiselles d’ Avignon. Além desse mestre espanhol, outros artistas merecem destaque, como: Braque, Picabia, Léger, Mondrian (todos pintores) e Apollinare e Cendrars (escritores).

[CONFIRA, AQUI, MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O CUBISMO]vanguardas europeias cubismo

Futurismo

Tem no manifesto futurista do escritor italiano Filippo Tommasio o ponto de partida. O futurismo tem caráter radical, utilizando os símbolos no lugar das palavras, rompendo com a gramática e privilegiando o racionalismo.

Muitos analistas associam a propostas futurista com o fascismo italiano. Nos quadros dos artistas desse movimento, é possível observar a exaltação da máquina. Outros artistas de destaque são Carlos Carrà, Umberto Boccioni, Luigi Russolo e Giacomo Balla.

Expressionismo

Dentre as vanguardas europeias, o Expressionismo privilegia a subjetividade. Aqui, é a liberdade dos traços e das palavras que ganham vida. A expressão é o mais importante, sendo os artistas alemães e franceses que impulsionam esse movimento artístico.

“Chega de tanta razão”, gritam as obras expressionistas. E os artistas que conseguem levar essa ideia de forma plena são Paul Klee, Chagall, Kandinski, Erich Mendelsohn, Hermam Hesse, Thomas Man e Bertold Brecht.

Dadaísmo

Escola direcionada ao deboche e à desordem, é assim que se entende o Dadaísmo. Aqui, não é apenas a racionalização que fica de lado, mas, também, o equilíbrio cede espaço para a total liberdade de criação.

As artes plásticas se destacam nesse movimento, sendo possível encontrar muitas referências aos trabalhos dos seguintes artistas: Max Ernst, Francis Picabia e André Breton.

Surrealismo

Buscar a arte das profundezas do inconsciente é o que propõem os artistas surrealistas. O observador é convidado a apreciar o devaneio do artista.vanguardas europeias surrealismo

Muito do surrealismo pode ser comparado aos estudos freudianos, que passou a ser fonte fundamental para quem desejava entender essa vanguarda. Aqui, as referências são: Salvador Dali, Joan Miró, Jean Harp, Luís Bunuel, Antonin Artaud e Louis Aragon.

[CONFIRA, AQUI, MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O SURREALISMO]

Como influenciaram o Modernismo brasileiro?

As vanguardas europeias foram base para muitos trabalhos de artistas brasileiros modernistas. Alguns se assumiram seguidores de algumas dessas escolas, porém, é a liberdade na linguagem a principal característica absorvida pelos brasileiros.

Os movimentos europeus mostraram a possibilidade de trazer uma arte mais descontraída, livre de amarras conservadoras. É assim que nasce uma linguagem brasileira, pois há uma quebra com os conceitos deixados pelos portugueses. A literatura nacional começa a ganhar um perfil. Os artistas ficam mais à vontade para criticar, serem engraçados ou explorar todos os nuances da vida cotidiana.

Entre os principais artistas do Modernismo brasileiro, é possível identificar traços específicos dessas vanguardas europeias. Encontraremos influências surrealistas e cubistas nas obras de Oswald de Andrade. Já nos textos de Mário de Andrade é possível verificar resquícios do futurismo e do surrealismo.

O resultado de todas essas experiências é visto na Semana de Arte Moderna de 1922 – ponto alto da confluência dos principais artistas daquele momento e de como todas as vanguardas europeias mudaram o rumo da arte brasileira.

[QUER SABER MAIS SOBRE O MODERNISMO? CONFIRA O CONTEÚDO COMPLETO, AQUI]


Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply